Atualizações no regulamento de competição e informações WTF 2016


Informações


• Idade mínima para participar dos seminários internacionais de arbitragem de kyorugui passou de 25 para 21 anos (no Poomsae permanece 25 anos).

• O árbitro internacional ficará suspenso de competições internacionais se ficar sem participar de cursos de atualização por 3 anos.

• A WTF apresentou uma proposta ao COI para inclusão da competição de equipes mistas no programa dos Jogos Olímpicos de 2020, em Tóquio. A equipe seria composta por 2 atletas do sexo masculino e duas atletas do sexo feminino. No caso dos homens a soma do peso dos dois atletas não poderá exceder 160 kg, e no caso das duas atletas femininas não podem exceder 135 kg. Os combates seriam disputados em 3 rounds, sendo o primeiro com duração de 5 min, e os dois últimos com a duração de 4 min, com um minuto de descanso entre eles. Segundo a WTF será uma competição rápida, com muita energia e excitante para se assistir.

• O ranking para árbitros internacionais da WTF começará a ser utilizado em breve e funcionará da seguinte maneira:

- 50% da pontuação é para participação em seminários (será contabilizado 2 participações a cada 3 anos).

- 35% em experiência em eventos sancionados pela WTF

- 10% no feedback do chefe da arbitragem internacional

- 5% feedback da entidade nacional a qual o árbitro pertence.

• A Daedo desenvolveu luvas de marcação de pontos com soco, que começarão a serem testadas depois dos Jogos Olímpicos do Rio. A princípio as luvas servirão para detectar o contato e a potência do golpe no tronco, e os juízes farão a confirmação do uso de uma técnica legítima por meio dos joysticks. 

• Para o Campeonato Mundial de cadetes será incorporado a viseira de acrílico nos capacetes. Nesta situação, o uso dos protetores bucais torna-se opcional.

• Novos uniformes. A informação que obtive é que no final de agosto ou início de setembro a WTF enviará um comunicado informando sobre a necessidade da solicitação dos novos uniformes e a primeira competição a utilizar o novo modelo será o Mundial Junior, no mês de novembro, no Canadá. Será dada uma certa prioridade aos árbitros que forem convocados para esta competição.

• Por conta de um problema ocorrido em uma competição internacional, me parece que foi na Ásia, está sendo determinado que o árbitro deverá portar um cartão de detecção de imãs no bolso para inspecionar as luvas do competidor, caso ele venha a trocá-las depois de passar pela mesa de inspeção.


Atualização das regras


• A WTF decidiu por abolir que os árbitros tenham que estar próximos ou em cima da linha limite ao conduzirem os combates. Volta a recomendação para os árbitros estarem próximos aos competidores em uma formação de triângulo para a segurança dos competidores.

• Teste: Quando do uso de coletes e capacetes eletrônicos: O competidor azul deverá chutar o tronco do competidor vermelho com o pé direito e o capacete com o pé esquerdo. O competidor vermelho deverá seguir o mesmo procedimento. Este procedimento visa verificar se as duas meias estão em funcionamento normal

• Dor não é lesão. Keshi será solicitado se ocorrer:

- Sangramento

- Deslocamento de ombro ou juntas

- Torção de tornozelo

- Chute no pescoço ou órgãos genitais. 

• O técnico deverá permanecer em pé até que o árbitro venha ouvir sua solicitação de VR. Exemplo: competidor azul chuta a face do oponente, técnico se levanta para pedir revisão de vídeo. Juízes se levantam e dois deles concordam em premiar o competidor azul com 3 pontos pelo chute na face. Árbitro deverá ordenar a inclusão dos 3 pontos, e se essa for a solicitação do técnico azul ele pode se sentar. Caso seja alguma outra solicitação, o técnico deverá permanecer em pé e aguardar que o árbitro venha atendê-lo.

• Não será permitido utilizar bandagem ou esparadrapos sob as meias, a não ser que seja com autorização médica por conta de uma lesão. A espessura máxima permitida será de 3 mm.

• Para eliminar todas as tentativas de chutes como scorpion kick, monkey kick ou fish kick os árbitros deverão penalizar com kyongo todas as ações que o competidor segura ou agarra (havendo ou não pontuação).

• Na ocorrência de um forte chute na cabeça ou que o capacete voe por conta do impacto, o árbitro deve abrir contagem e pedir revisão de vídeo utilizando seu próprio cartão, caso os juízes não se levantem para acrescentar pontuação. O VR deverá aceitar a solicitação, caso não haja nenhuma combinação com ações ilegais como agarrar.

• Na situação onde o competidor azul agarra para evitar o combate, é permitido ao competidor vermelho empurrar e chutar. Caso ocorra pontuação nesta situação, o(s) ponto(s) permanecerá(ão) e o competidor não será penalizado.

• No round do Golden point, se ocorrer uma invalidação de pontos, o contato no colete deverá permanecer mesmo havendo penalização com kyongo. Se o 4º round terminar empatado, o Assistente Técnico deverá estar atento e deduzir este contato manualmente para determinar o vencedor.

Cenários de solicitações de VR






• Um técnico pode solicitar VR para invalidação de ponto(s) na situação onde estes são obtidos com o adversário fora da linha limite, ou quando o adversário toca o chão antes de pontuar. A solicitação deve ser: “O(s) ponto(s) foram obtido(s) com o uso de uma ação proibida – cair ou cruzar a linha limite – e deveria ser dado um kyongo”. Se a solicitação for aceita, o(s) ponto(s) deverá(ão) ser invalidado(s) e um kyongo será aplicado ao atleta.

• Competidor vermelho soca o competidor azul no tronco e o competidor azul cai. O árbitro paralisa o combate, penaliza o competidor vermelho por ter confundido o soco com um empurrão. Técnico do vermelho pede VR com a seguinte frase: “O kyongo foi dado ao competidor errado”. O VR aceita a solicitação, ordena que o árbitro invalide o kyongo do vermelho e penalize o azul com o kyongo por queda. Esta solicitação só é possível, porque o competidor azul deveria ser punido com o kyongo por queda, que é uma das previsões que os técnicos têm como possibilidade de solicitação.


Ricardo Ogata


Coordenador de Arbitragem FESPT
Árbitro Internacional Kyorugi da WTF


Atualizações no regulamento de competição e informações WTF 2016 Atualizações no regulamento de competição e informações WTF 2016 Reviewed by FTO DF on 6/22/2016 04:24:00 PM Rating: 5

Nenhum comentário